A IMPORTÂNCIA DO COOPERATIVISMO

 

 

Tenha um bom dia!

Silvia Regina de Almeida

Mestranda em Desenvolvimento Local – UNISUAM

Cel.: 55-21- 8105.1321 - 2471.66844

"Não julgue cada dia pela colheita que você obtém, mas
pelas sementes que você planta."

 

A importância do
Cooperativismo

09/07/2008 às 00:02

Divulgação

O Cooperativismo é um movimento,
filosofia de vida e modelo socioeconômico capaz de unir desenvolvimento
econômico e bem-estar social. Seus referenciais fundamentais são: participação
democrática, solidariedade, independência e autonomia. É o sistema fundamentado
na reunião de pessoas e não no capital. Visa às necessidades do grupo e não do
lucro. Busca prosperidade conjunta e não individual. Estas diferenças fazem do
cooperativismo a alternativa socioeconômica que leva ao sucesso com equilíbrio
e justiça entre os participantes. Associado a valores universais, o
cooperativismo se desenvolve independentemente de território, língua, credo ou
nacionalidade. 

Como toda forma organizada de gestão, uma cooperativa tem por trás uma
estrutura sólida e bem dividida. Cada pessoa interessada em participar de um
empreendimento como este deve conhecer as formas adequadas de funcionamento, as
determinações legais e e todas as características que garantam a condução de
ações, da maneira mais harmoniosa possível. O melhor caminho é sempre procurar
a Organização das Cooperativas do seu estado para orientar-se quanto ao
processo de constituição. 

Hoje há mais de 7.600 cooperativas em todo o País com 7,6 milhões de
associados, abrangendo os 13 ramos do Cooperativismo quais sejam, o
agropecuário, o de Consumo, crédito, educacional, habitacional, transporte,
mineral, trabalho, turismo e lazer, produção, saúde, especiais e
infra-estrutura (energia, telecomunicação e serviços). Estas cooperativas atuam
de forma positiva nas comunidades próximas gerando trabalho, renda e promoção
social. 

Vale destacar que um dos principais fatores de crescimento da nossa economia
está no aquecimento do consumo interno, por meio da ampliação de linhas de
crédito. Entre as várias oportunidades disponíveis no mercado, o cooperativismo
de crédito se diferencia, cresce e se consolida. 

Em franca expansão, as cooperativas de crédito vêm a cada ano conquistando mais
espaço no mercado financeiro. No Brasil, existem 1.441 cooperativas de crédito,
com cerca de 4 milhões de associados, um número que parece expressivo, mas
dilui-se quanto observamos o seu potencial, diante dos mais de 180 milhões de
brasileiros, ávidos por juros mais baixos e melhores condições de
pagamento. 

Se observarmos a realidade de outros países, percebemos que ainda existe um
longo caminho a percorrer, no sentido de fazer com que esse tipo de atividade
econômica e social, continue a ampliar o seu atendimento, desenvolvendo
programas de assistência financeira e prestação de serviços aos seus
cooperados. 

Na Alemanha, por exemplo, encontramos mais de 15 milhões de pessoas associadas
a cooperativas que respondem por 20% de todo o movimento bancário naquele país.
Se atravessarmos a fronteira da Holanda vamos constatar que mais de 90% dos
financiamentos rurais são atendidos pelas cooperativas. E na Europa, como um
todo, quase metade das instituições de crédito é composta por
cooperativas. 

Em meio ao desafio de crescer com sustentabilidade, a Organização das
Cooperativas Brasileiras (OCB) desenvolve atividades no sentido de dar maior
dinamismo, objetividade e eficiência ao setor. Assim, podemos afirmar, sem
sombra de dúvidas, que o cooperativismo brasileiro já entrou no século 21
atuante e estruturada, sendo fundamental para a economia do país porque tem por
objetivo ser cada vez mais conhecido e compreendido como um sistema integrado e
forte.

Eliene Lima é professor, engenheiro civil e atualmente exerce o mandato de
deputado federal por Mato Grosso.

Eliene Lima

About these ads
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para A IMPORTÂNCIA DO COOPERATIVISMO

  1. João Vicente da Costa disse:

    O deputado (?) federal, poderia dar uma demonstração prática de seu apoio ao Cooperativismo.

  2. João Vicente da Costa disse:

    Tive oportunidade de criar , com apoio do Secretário de Obras , Orlando Leão e o Diretor Elazar David Levy, em Benfica, São Cristóvão, Rio de Janeiro, o RECANTO DO COOPERATIVISMO, num logradouro público Trata-se de um exemplo que poderia ser seguido pelos demais Estados da Federação que mais se beneficiam do Sistema do que o meu Rio.É uma valiosa promoção permanente do Cooperativismo mais eficiente do que a publicação de um bom livro sobre o Sistema. Os clubes de serviço – Rotary e Lions – adotam essa estratégia em muitos logradouros do Brasil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s